sábado, 2 de julho de 2011

João 1.12

- οσοι δε ελαβον αυτον εδωκεν αυτοις εξουσιαν τεκνα θεου γενεσθαι τοις πιστευουσιν εις το ονομα αυτου. (Textus Receptus);
- Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus. (NVI);
- Mas a todos aqueles que o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus. (Versão Católica).

Os homens que rejeitam a mensagem do Evangelho não são filhos de Deus por natureza, este é um privilégio apenas daqueles que têm fé genuína, fé esta que é gerada neles pela soberana ação de Deus. O termo grego para ‘poder’ aqui é ‘exousia’, significando a autoridade ou direito de agir, habilidade, privilégio, capacidade, autoridade delegada. Jesus tinha ‘exousia’ de perdoar o pecado, curar doença e expulsar demônios. Exousia é o direito de usar ‘dunamis’, ‘poder’. Jesus deu a seus seguidores exousia para pregar, ensinar, curar e libertar, e essa autoridade nunca foi rescindida (Jo 14.12).

A forma verbal de pistis, ‘fé’, significa confiar em, ter fé em, estar totalmente convencido de, reconhecer, confiar em. Devemos confiar em que o perdão e a vida eterna estão em Jesus Cristo, e recebê-lO por meio de um convite pessoal: "Se você confessar com sua boca que Jesus é Senhor, e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo". Rm 10.9 (NVI).

Notas Bibliográficas

- Bíblia de Estudo Plenitude, Barueri, SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 2001. Palavra-Chave, p. 999;

- Bíblia de estudos de Genebra. Trad. de João Ferreira de Almeida. São Paulo: Cultura Cristã, 1999;

Os textos das referências bíblicas foram extraídos do site http://www.bibliaonline.com.br/, nas versões Almeida Corrigida e Revisada Fiel, Textus Receptus e Nova Versão Internacional.

Autorizo a todos que quiserem fazer uso dos comentários colocados neste Blog. Solicito, tão somente, que indiquem a fonte e não modifiquem o seu conteúdo. Agradeceria, igualmente, a gentileza de um e-mail indicando qual o texto que está utilizando e com que finalidade (estudo pessoal, na igreja, postagem em outro site, impressão, etc.).

assis.barbosa@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário